Síndrome de Burnout nas empresas, entenda o que é e quais são as causas

Saiba mais sobre o que é a Síndrome de Burnout nas empresas e quais são os sintomas

Descubra quais são as causas e os sintomas da Síndrome de Burnout nas empresas

O ambiente de trabalho é onde passamos mais da metade do nosso tempo, por lá nós nos desenvolvemos profissionalmente, criamos laços e trocamos experiências que nos fazem crescer como colaboradores e como pessoas. 

Mesmo em home office, que virou regra em tempos pandêmicos, trabalhar nos ocupa boa parte do dia e nada mais justo que esse momento seja prazeroso e produtivo, certo?

Porém, muitas vezes, a linha tênue entre o profissional e individual se rompe. O que faz com que os problemas do trabalho invadam a nossa vida e controlem a nossa mente, gerando mal estar e muitos distúrbios. 

E quando o ambiente profissional não é saudável e as questões do trabalho vão além de coisas corriqueiras, a vida pessoal do colaborador é afetada.

O ritmo frenético que muitas empresas adotam, sempre em busca de resultados, sem observar e priorizar os colaboradores explica muitos distúrbios e desconfortos que se tornaram cada vez mais a realidade no trabalho

Se você está antenado, sabe que a Síndrome de Burnout está cada dia mais comum e hoje, segundo a Isma-BR (International Stress Management Association no Brasil), pelo menos 30% dos brasileiros sofrem dessa síndrome atualmente. 

Entenda de vez o que é essa síndrome: saiba agora o que é, quais os sintomas, como evitar e como tratar.

O que é a Síndrome de Burnout?

A Síndrome de Burnout é um distúrbio emocional, que também é conhecido como esgotamento profissional.  Tensão e estresse crônicos são as principais características, geralmente provenientes de condições extremas e desgastantes no ambiente profissional.

 Situações psicológicas, emocionais e até físicas podem levar a esse esgotamento: passar tanto tempo demais trabalhando e não ter tempo para atividades pessoais, ser constantemente atacado por colegas e/ou chefes com cobranças e insultos, ser comparado ou colocado em competição com outros colaboradores, receber demandas maiores do que pode realizar ou tarefas demais que levam a sobrecarga de trabalho. 

Esses são apenas alguns exemplos, de como uma empresa ou trabalho podem contribuir com a síndrome de burnout em seus colaboradores. Já vivenciou algo parecido com isso?

Quais são os sintomas?

Se você se identifica ou conhece alguém que está em condições desgastantes de trabalho, é hora de se atentar aos sintomas. Eles podem ser facilmente confundidos como “apenas” resultados de um dia corrido, porém quando se tornam rotina é um sinal de que você chegou no limite. 

Cansaço mental e físico excessivos, dificuldades para dormir, falta de concentração e apetite, irritabilidade e agressividade, ter constantemente pensamentos negativos e com sentimentos de tristeza, derrota, insegurança e fracasso. Além da simples vontade de não trabalhar e fazer tarefas diárias. 

Esses sintomas quando não tratados, além de evoluírem para dores físicas, podem levar à depressão. 

Como tratar a síndrome de burnout?

O primeiro passo é uma boa conversa sincera com o RH ou gestores na sua empresa, isso pode ajudar a ter uma rotina melhor e menos sufocante neste ambiente para você e para outros colaboradores que também passam por isso e ainda não identificaram.

Terapias e consultas com um psiquiatra, podem ser necessárias, ajudam a identificar e contornar esse distúrbio. Além disso, cuidar da alimentação, praticar alguma atividade física diariamente e priorizar o tempo pessoal, são indispensáveis. 

Também é importante estabelecer limites entre o profissional e o pessoal, tanto por parte da empresa como do próprio colaborador. Fazer isso no home office pode ser ainda mais complicado, afinal, grande parte das pessoas estão exercendo todas as funções da rotina dentro de casa. 

Saber diferenciar e separar lazer de trabalho é necessário, pois o  ser humano precisa ter vivências e momentos de distração para se sentir bem e motivado, o que conduz o colaborador para um melhor desempenho em suas tarefas corporativas. 

Inclusive, é interessante que a empresa incentive suas equipes a terem um tempo livre para aproveitar com os amigos ou a família, e até mesmo descansar para não ficar sobrecarregado ou estressado. 

Por que é importante oferecer segurança e saúde para os colaboradores?

A empresa tem que priorizar a saúde física e mental dos colaboradores, além de acompanhar de perto o bem-estar de cada um, estar sempre aberta para conversas e  feedbacks e contribuir para um fluxo de trabalho saudável,  é importante oferecer condições para que os colaboradores, que dedicam boa parte do seu tempo para o trabalho,  cuidem da saúde. 

Oferecer seguro saúde é proporcionar aos colaboradores, acesso ao autocuidado. Seja para exames de rotina, para sessões de terapia ou até para ter segurança e tranquilidade de se sentir amparado com qualquer imprevisto.

Estar em dia com a saúde melhora a produtividade e felicidade das equipes na hora de trabalhar. E colaboradores felizes elevam os resultados da empresa. Além disso, pessoas que se dedicam tanto para o seu negócio, merecem receber esse auxílio.

A Rita RH é uma plataforma de gestão de pessoas e benefícios que está pronta para ser suaeu parceirao na hora de se relacionar com os seus colaboradores. Uma nova forma de olhar o seu RH: com custos reduzidos e aumento de produtividade. 

 Gostou? Agende uma demo com os nossos consultores!